Segunda-feira , 15 Outubro 2018
Home / Destaque / Professores decidem manter greve nas escolas públicas do Piauí, assembleia contou com representante de SJPI

Professores decidem manter greve nas escolas públicas do Piauí, assembleia contou com representante de SJPI

Os trabalhadores da rede estadual de educação, reunidos em assembleia geral nesta segunda-feira (25), aprovaram a continuidade da greve por tempo indeterminado até que o governo cumpra a lei 7,131, de 14 de julho de 2018, que reajuste do salário dos servidores em educação. Nesta segunda, o movimento chegou ao seu 19º dia.

A lei e o acordo judicial trazem o seguinte:

Reajuste de 6,81% para os professores ativos, aposentados e pensionistas, a ser efetuado na folha de pagamento do mês de maio/2018;

Reajuste de 3,15% para os funcionários de escola referente ao ano de 2017, a ser pago em maio/2018;

Reajuste de 3,95% para os funcionários de escola referente ao ano de 2018, a ser pago em setembro/2018;

Para os grevistas, o governo em acordo com os deputados da base governistas agiram de forma ilegal, indo contra o que diz a legislação e o regimento da Assembleia Legislativa do Piauí (Alepi), quando anulou uma Sessão Plenária para prejudicar os trabalhadores em educação.

“Se o governador alega que a lei eleitoral não permite que ele dê o reajuste acordado, por quê ele não encaminhou a mensagem com o Acordo Judicial na data certa para a Alepi? Ele emperrou a aprovação da lei por 25 dias, e agora acabou com tudo que ele mesmo acordou diante da Justiça em apenas dois dias?”, questionou Paulina Almeida, presidente do Sinte-PI.

No movimento de hoje, os trabalhadores em educação aprovaram o seguinte calendário de mobilização:

26/06 – 16h – Panfletagem no cruzamento da avenida Frei Serafim com Coelho de Resende;

28/06 – 8h30 – Manifestação em frente ao Palácio de Karnak.

O advogado do Sindicato ainda ingressará uma ação contra o governador do estado. Na manhã de hoje (25), após a assembleia da categoria, os trabalhadores seguiram em caminhada saindo da Praça do Fripisa, seguindo pela avenida Frei Serafim até o Palácio de Karnak onde houveram mais manifestações dos servidores e de estudantes que apoiam o movimento.

A assembleia e o ato contaram com a participação de professores ativos e aposentados, funcionários de escolas, estudantes do Liceu, Benjamin Batista e Pequena Rubin e representantes dos Núcleos Regionais de Água Branca, Altos, Campo Maior, Demerval Lobão, Esperantina, Jaicós, Parnaíba, Picos, Piripiri, Piracuruca, Oeiras e São João do Piauí.

Veja também

Melhor votação para deputado estadual da região foi em Gervásio Oliveira

O município de Capitão Gervásio Oliveira foi registrado como o município que teve o maior …