Terça-feira , 19 Março 2019
Home / Polícia / Acusado de homicídio é posto em liberdade em Simplício Mendes

Acusado de homicídio é posto em liberdade em Simplício Mendes

Uma reviravolta aconteceu no caso envolvendo Pedro Henrique Carvalho, 22 anos, preso na manhã desta quarta-feira (12) na cidade de Paes Landim acusado de ter assassinado a vítima identificada por Leonardo Cândido Vieira em novembro de 2016 na cidade de Goiânia no Estado de Goiás.

O acusado foi preso pela Força Tática de Simplício Mendes com o apoio da guarnição do GPM local, que deu cumprimento ao mandado de prisão expedido pela justiça de Goiânia no Estado de Goiás.

A reportagem do Portal AZ conversou com agente da Polícia Civil André da cidade de Simplício Mendes que deu a seguinte explicação: “Entramos em contato com o escrivão da 5ª vara criminal de Goiânia que confirmou que o mandado de prisão contra o acusado Pedro Henrique Carvalho foi revogado em setembro deste ano. Que outro mandando de prisão já havia sido revogado em janeiro deste ano também. É comum acontecer esse tipo de caso. Por isso sempre quando alguém é conduzido a esta delegacia por força de mandado de prisão nós entramos em contato com a comarca onde foi expedido o mandado de prisão para ter a certeza que não foi revogado falou. Que o acusado já foi posto em liberdade concluiu o agente André ”.

O blogueiro e correspondente do Portal AZ entrou em contato com o Tenente Damata, que comandou a ação de cumprimento de mandado de prisão, veja o que disse o militar.

Certifico que nesta data 12/12/2018 consta no Banco Nacional de Monitoramento de Prisões, quanto ao

Mandado de Prisão nº 0236629-30.2017.8.09.0175.01.0001-24 seguinte registro:

Conforme Art. 2o inciso 3° da resolução 137 de 13 de julho de 2011, “A responsabilidade pela atualização das

informações do BNMP, assim como pelo conteúdo disponibilizado, é, exclusivamente, dos tribunais e das

autoridades judiciárias. responsáveis pela expedição dos mandados de prisão”. Sendo assim, qualquer dúvida

sobre as informações contidas no mandado devem ser retiradas junto ao órgão expedidor.

Esta certidão é expedida gratuitamente. Sua autenticidade pode ser confirmada no endereço:

https://portalbnmp.cnj.jus.br

Fonte: Portal AZ, Blog do Joel de Simplício Mendes

Veja também

Presidente do Tribunal de Justiça autoriza a PMPI a fazer a lavratura de boletins de ocorrência e encaminhar ao juiz de direito.

O presidente do tribunal de Justiça do estado do Piauí, desembargador Erivan Lopes,  determinou através …