Terça-feira , 23 Janeiro 2018
Home / Geral / Prefeito Gil Carlos fala com exclusividade sobre candidatura e recurso na justiça, veja detalhes.

Prefeito Gil Carlos fala com exclusividade sobre candidatura e recurso na justiça, veja detalhes.

O tema eleições 2018 começa a tomar conta dos noticiários em todo o estado, declarações, entrevistas, analises de candidaturas, tudo faz parte do processo politico que já se iniciou, apesar da dúvida em relação a candidatura a vice-governador (a) na chapa de Wellington Dias.

O Piauí também tem duas vagas de senador da república, enceram-se os mandatos do Senador Ciro Nogueira e Regina Sousa. Ciro tem tudo para ser reeleito, dinheiro, influência política a nível de estado e federal, apesar de declara voto ao ex-presidente Lula. Ciro tem também o apoio do prefeito de Teresina Firmino Filho, que já declarou seu apoio ao senador, sem contar com o apoio do governador.

Fica a disputa pela candidatura a segunda vaga de senador(a) pelo estado. O nome que desponta hoje em todo o estado é o do atual presidente da APPM, e prefeito de São João do Piauí, Gil Carlos. Com o apoio de grandes lideranças no estado, e com livre trânsito entre os prefeitos municipais Gil Carlos tem seu nome cogitado em todas as conversas sobre eleição para a segunda vaga de senador pelo estado.

O presidente do PT no estado deputado Assis Carvalho, assim como fez na eleição da APPM, se coloca contra essa candidatura de Gil Carlos e já declarou apoio a Regina Sousa. Na eleição da APPM Assis fez justamente o que faz agora tenta desvirtualizar a candidatura de Gil Carlos até com declarações não proferidas pelo presidente da APPM. Corre o risco de mais uma vez ver Gil Carlos ganhar a eleição sem seu apoio.

O presidente da APPM, prefeito Gil Carlos diz que está concentrando seus esforços hoje para reverter a decisão, segundo o mesmo “injusta” do Juiz eleitoral de São João do Piauí que cassou seu mandato e o tornou inelegível.

Em nota o prefeito disse a época: “ Essa ação de Impugnação de Mandato Eletivo em que se questiona, basicamente, a execução de obras públicas no município de São João do Piauí, dentre elas, a reforma do complexo poliesportivo (05 de Julho), o calçamento de algumas ruas e o necessário sistema de esgotamento sanitário, foram todas executadas de forma impessoal e embasadas no rigoroso trâmite da administração pública, e se deu pela execução de obras cujos convênios foram elaborados e celebrados em período legal e permitido. É notoriamente injusta, portanto, tal decisão monocrática do juiz. Pune uma gestão séria e transparente, que obedece aos princípios da administração pública, que visa à melhoria na qualidade dos serviços e prioriza investimentos em infraestrutura que promovem o desenvolvimento de São João do Piauí”.

O prefeito á nossa reportagem disse que está tranquilo em relação ao processo eleitoral no estado e que seu compromisso hoje é o de trabalhar por  São João do Piauí e ajudar os prefeitos a enfrentar essa crise que assola os municípios.

Ainda sobre o recurso que será julgado colocou; “acredito na justiça, na isenção e imparcialidade do colegiado que irá julgar o recurso, temos plena consciência que o que fizemos foi dentro da lei e obras necessárias, tudo dentro do período legal e permitido,” Finaliza o prefeito.

Veja também

Existem 900 processos aguardando julgamento no TRE referentes a 2014 e 2016

O desembargador Francisco Antônio Paes Landim Filho, presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Piauí (TRE-PI), …