Sábado , 20 Abril 2019
Home / Municipios / Prefeito de Lagoa do Barro denuncia que a profissional do mais médico não atende no município, conforme regulamenta o programa

Prefeito de Lagoa do Barro denuncia que a profissional do mais médico não atende no município, conforme regulamenta o programa

O programa ” Mais Médico” do Governo Federal até o ano de 2018 era um grande sucesso, médicos cubanos residentes no Brasil faziam a maior parte do atendimento do programa, e o mais importante, residiam no próprio município. Aqui na nossa região, em que poucos médicos brasileiros querem sair de grande centros para virem fazer atendimentos, tinham médicos residentes, que moravam no município e realizam diretamente o atendimento.

Com o rompimento das relação entre o Governo Brasileiro e Cuba o programa continuou, só que os médico cubanos voltaram a grande parte para seu pais de origem causando uma grande lacuna nos municípios principalmente no nordeste e na região amazônica, aonde nenhum medico quer ir fazer atendimento.

Hoje os municípios da região de São João do Piaui estão com os quadros do programa mais médicos completos, o grande problema é que os profissionais faltam muito, como não residem nos municípios eles tem que se deslocarem de outros municípios para fazerem os atendimentos e geralmente não o fazem. O exemplo mais claro é o do município de Lagoa do Barro do Piaui, aonde a população da zona rural se desloca principalmente dia de segunda-feira para serem atendidos na sede do município e quando chegam lá não tem médica, o que revolta o administrador do município, o prefeito Gilson Nunes.

“Eu lamento a postura da profissional do mais médico do município de Lagoa do Barro, que atende pelo programa, considerando que o programa tem uma grande aceitação, tinha uma grande qualidade, e hoje devido a uma grande quantidade de falta da profissional praticamente não existe atendimento, o pessoal se desloca da zona rural pagando trasporte, e quando chega aqui não tem a presença da profissional do mais médico, lamentável, vamos tomar providencias para resolver esse problema” Disse o prefeito Gilson Nunes.

E enquanto isso continua o problema em vários municípios, assim como em Lagoa do Barro, os médicos assumem, mais não se fazem presentes nos dias dos atendimentos,e quem paga é a população que volta para casa sem serem atendidos.

Veja também

Ponto de cultura será reativado no município de Capitão Gervásio Oliveira

A Prefeitura Municipal de Capitão Gervásio Oliveira através da secretaria de cultura realizou na noite …