Terça-feira , 19 Março 2019
Home / Destaque / Dentista acusada de racismo deixa de ir à audiência em São Raimundo Nonato por falta de veículo

Dentista acusada de racismo deixa de ir à audiência em São Raimundo Nonato por falta de veículo

A dentista Delzuíte Ribeiro de Macêdo, acusada da prática de racismo devido a postagens em uma rede social, deixou de comparecer a audiência de instrução do caso por falta de veículo da Secretaria de Estado da Justiça (Sejus) para realizar o transporte dela à comarca de São Raimundo Nonato, nessa quarta-feira (27). A ré está presa na Penitenciária Feminina de Teresina.

Procurada pelo G1, a Sejus informou, por meio da Diretoria de Administração Penitenciária (Duap), que a condução não foi realizada por motivos logísticos. De acordo com a secretaria, o transporte de detentas exige especificidades do efetivo, e na próxima audiência será dada prioridade ao transporte de Delzuíte de Macêdo.

Uma nova audiência será marcada para que a dentista seja interrogada. Na sessão dessa quarta-feira (27), foram ouvidas a vítima e as testemunhas de defesa e acusação. Para o próximo julgamento está prevista também a apresentação das alegações finais da acusação e defesa. Depois, o juiz proferirá a sentença.

Delzuíte de Macêdo foi denunciada à polícia após a publicação de postagens com conteúdo ofensivo em uma rede social em abril de 2018. Ela foi presa no dia 17 do mesmo mês e colocada em liberdade cinco dias após a prisão, mediante cumprimento de algumas restrições.

Em fevereiro deste ano, após o juiz Carlos Alberto Bezerra Chagas, da comarca de São Raimundo Nonato, julgar que a dentista descumpriu as condições para sua liberdade, foi decretada uma nova prisão.

Confira a nota da Sejus na íntegra:

A Diretoria de Administração penitenciária (Duap) informa que a condução para audiência da interna Delzuíte Ribeiro de Macêdo, prevista para ocorrer nesta quarta (27), não foi realizada por motivos logísticos. Apenas nesta quinta (28) foram realizadas 52 escoltas para audiências sendo duas de alto risco, o que ocupou boa parte do efetivo disponível. Por se tratar de uma interna do sexo feminino, a logística de transporte exige especificidades do efetivo, considerando que apenas três cidades do Piauí possuem vagas femininas. A Duap ainda garante a cumpre regularmente o cronograma de audiências, sendo apenas 2% o índice anual de não apresentação de presos em audiências agendadas e reforça que na próxima oportunidade será dada total prioridade a esta situação.

G1-PI

Veja também

Prefeitura de Coronel José Dias e Secretaria Municipal de Saúde realizaram o 1°Mutirão de Pequenas Cirurgias.

PEQUENAS CIRURGIAS/ A Prefeitura Municipal de Coronel José Dias, por meio da Secretaria Municipal de …